domingo, 20 de setembro de 2009

NOTÍCIAS NÃO TÃO BOAS...

Meninas do meu coração...


Na quarta-feira, um pouco depois de escrever o post, aconteceu:

Eu tive uma crise de sindrome do pânico!
Nunca tinha tido isso... Já tinha tido depressão profunda, vcs sabem. E estava me sentindo muito forte nos últimos tempos. Achava, de verdade, que eu estava pronta para dar uma guinada nas coisas... mas de repente tudo ficou turvo novamente.

Sobre a síndrome do pânico: não sei se alguém já teve, mas é a pior coisa do UNIVERSO. Pior até do que depressão profunda. Pelo menos eu achei.
Na segunda e na terça eu já havia sentido isso.... um aperto profundo no coração. Uma angústia sem fim... que aumentava no período da tarde.

Só que na quarta, o parto foi ficando maior, maior, maior....e de repente meu corpo liberou uma quantidade enorme de adrenalina. Sem ter vazão, eu comecei a suar frio, minha pressão foi lá no pé. Começou a me dar tremedeira e meus membros (braços, pernas, mãos) começaram a formigar. Depois, a última coisa que me lembro antes de desmaiar, é que eu tb estava com os lábios formigando, sem conseguir falar, e a língua ficou gorda (até ela...rsrs).

Desmaiei. Fui parar no hospital, onde eu tive mais uma crise. Tomei soro glicosado e fui liberada. No caminho de casa, comecei a vomitar compulsivamente. Depois veio a diarréia. Quando eu achava que já estava melhor: outra onda de Adrenalina. Mais pânico. A sensação de morte é incrível.
Como eu sou já sou hipocondríaca, comecei achar que eu tava tendo AVC, Aneurisma... sei lá. Meu corpo inteiro ficou sem circulação. Daí a sensação de que vai morrer. Voltei para o hospital. Mas já no caminho estava me sentindo melhor. Vi a pressão, batimentos cardíacos... tudo estava em ordem. Voltei para a casa. Não fui trabalhar na quinta nem na sexta, tentando ficar melhor. Mas fui invadida por um sentimento ruim... de tristeza mesmo.
Quando foi ontem, sábado, acordo e vou dar uma volta. Ao sair na rua o que vejo: meu carro arrombado, vidro quebrado. Levaram meu som, destruíram meu painel, levaram dois CDs que eu gosto mais três blusas de frio. As únicas que eu estava usando.

Mas sei lá. Não fiquei com raiva, com ódio. Nada disso. Fiquei perplexa... era come se aquilo fizesse parte do pacote, sabem?

Aí hoje eu estou aqui: com mil coisas para resolver, e uma depressão grudada no meu cangote. E o pior de tudo é que eu já sei o que eu preciso fazer para me livrar dela. Só que eu não tenho coragem. O sofrimento de ter de deixar “essa coisa” vai ser imenso.... mas eu sei que depois eu vou ficar bem. Só que eu prefiro ficar sofrendo assim.... por doses homeopáticas... que sinceramente não está sendo tão homeopático assim.

Bem, eu sei que este não é um post muito animador, mas eu precisava vir aqui contar para vcs...

Ah, mais uma tragédia pessoal: coloquei os cílios... fiz o implante ! Paguei uma fortuna e eles caíram todos hoje. Quando eu acordei, eles estavam no travesseiro. Acho que se meu aniversário não chegar logo, eu morro.

É isso. Beijo e continuem formes.

Rita

8 comentários:

Valérie Roberto disse...

Rita, tens fé? Então se agarra naquele ser supremo.

Um beijo enorme to torcendo por vc!

Nanna (Carla Renata) disse...

Nossa.. querida.. parece que quando as coisas começam a acontecer.. vêm tudo de uma vez né?!
Mas tenha força, fé e ânimo.. não se deixe abater... por mais dificil que isso pareça.
Estou torcendo por ti
Bjo grande!

Denise disse...

Vamos lá Rita!!

Muita força para você, não se deixe abater.

Quando tudo parece perdido, sempre existe um caminho, uma luz. Acredite nisso!!!

fé e força sempre.

Beijos

.Vanessa Dutra disse...

Ei Rita,
Quantos problemas , mas com força de vontade otimismo e cuca fresca vc vai conseguir superar tudo isso. Lembre-se que Todos temos problemas e que tem dias que parece que eles veêm todos juntos, melhor né, pelo menos vem tudo junto e quando a orucubaca vai embora some tudo de uma vez, felicidades e tomara que passe logo
beijos
http://quererepoderemagrece.blogspot.com/

Gisele disse...

Eu já tive isso, é muito ruim mesmo, e depois eu não tinha coragem de sair na rua e nem ficar sozinha, amiga recomendo que você busque ajuda, pois isso se trata e e sofrer aos poucose como se você estivesse sendo torturada e aos poucos alguem fosse arrancando um dedo seu!

Bjs e se cuide!

Bet@ disse...

Florrrrrrrrrrrrr... A única que dá pra dizer é se apega em Deus e vamos lá, que aqui estou rezando por vc, tenha uma linda segunda feira, se cuida e assim que der me manda noticias táh... bjocas

Lisleyde disse...

Estamos torcendo por vc, tenha muita fé em Deus e confiança em si mesma!!!

tem selinho pra vc no blog! passa lá...
bjo

Sissi disse...

oi Rita...é assustador o que vc passou...e eu já passei por isso varias vezes, graças a Deus e as chamadas fora de horario regular a minha mãe que consegui superar aos poucos, mas me livrei deles? ainda não, só que agora eu consigo ver quando vou ter eles...então já vou me preparando psicologicamente pra coisa, é so nao deixar começar, pq se começar....F#$%¨tudo!
as vezes que fui parar no hospital pensando que tava morrendo, pobre do marido no inicio pq ficava apavorado...e pobre de mim depois, pq ele sempre dizia que nao era nada, e como assim num era nada...e a dor no peito? e a falta de ar? e a tremedeira? rs
minha vingança é que avisei que se ele continuar estressado do jeito que ele tá ele vai sentir uma em breve...sou má, né? mas sao anos lutando contra isso.

Eu superei sem remedios, detesto remedios, nao confio neles, para mim sao paliativos e só te enganam...bom, na verdade so tomo remedios para as minha colicas...rs...

anota meu msn para gente prosear...tá? sissiaguiar@hotmail.com
beijinhos e aprenda a fazer tecnicas de respiração...e uma coisa que minha psicologa me proibiu foi ver jornais, filmes de suspense e terror...e momento de tensao, os que eu puder evitar, claro....isso já começa a ajudar...
bjs
Sissi