domingo, 7 de junho de 2009

Bem, hoje é domingo e isso significa que eu sobrevivi a mais dois dias na minha vida.
Está sendo muito difícil. Umas horas mais que outras. As vezes eu consigo abstrair e me divertir um pouco, como na sexta feira em que fui ao aniversário de uma amiga. Ontem eu fui ao um churrasco com os amigos da faculdade... fiquei bem por um tempo. Mas depois comecei a pensar e pronto: dor, angústia... aperto no peito... sensação de morte!
Aí eu bebi um pouco e fiquei com um amigo meu. No começo foi estranho, mas depois foi bom. Só que quando cheguei em casa pirei. Sábado à noite....
Fiquei exatamente dois anos da minha vida com ele no sábado a noite. Saíamos, jantávamos, bebíamos e depois – SEMPRE - eu dormia na casa dele. Aliás, já ia na sexta e só voltava na segunda pra casa. É horrível.
Agora são sete da manha e eu estou acordada pois não consigo mais dormir. Estou angustiada. Eu quero acreditar que isso vai passar, mas não to conseguindo.
Não estou conseguindo comer nada ainda ... ontem só bebi. Estou com a impressão de vou ter um treco.
Ta muito difícil.
Muito mesmo.

bjoca

4 comentários:

Fer disse...

nossa, Rita, eu sei EAXTAMENTE o que é isso.
De verdade, ainda não tô curada, tbm é recente, mas ó, tem uma luz no fim do túnel.

a rotina era a mesma que a sua: ia na sexta e voltava só na segunda. Isso por 3 anos.

tá foda tbm.

mas ó, vc tem que se distrair, menina. Sai, vai dar uma volta, só não fica em casa. Liga pros amigos, força mesmo.


cuidado com o álcool. Tente comer, viu? Eu fiquei 1 semana sem comer nada, só tomando cerveja. E isso não é nada bom!!!

se cuida, tô aqui, viu?

Beijo

Dri Viaro disse...

Passando pra conhecer seu blog, e desejar boa semana

bjsss

aguardo sua visita :D

Fer disse...

poxa, rita.

ai ai ai, a gente tinha que conversar pessoalmente, viu? entendo sua situação. A minha tbm não é fácil, ser rejeitada é o pior sentimento do mundo.

seja forte.
mesmo.

seja firme naquele momento, nem que vc tenha que desabar depois.

vc mora onde?
beijo.

Pri - de Lacinho disse...

Também já senti isso, é a dor de não estar mais seguindo aquela rotina que estávamos acostumadas...
O melhor que faz agora é tentar ir descobrindo outras coisas pra fazer, preencher seu tempo da melhor forma possível, aí quando menos perceber vai estar melhor, pensando em outras coisas.
Força pra vc,
bjossss