sábado, 20 de junho de 2009

DECIDI

Voltei a tomar.

Decidi, depois de passar três dias tendo fome descomunal à noite. Eu sei que eu não vou tomar o remédio para a vida inteira e que é bom eu começar a aprender a controlar meu apetite noturno. Mas por enquanto eu estou numa fase muito complicada. Perdi meu relacionamento, perdi meu emprego (estou cumprindo aviso... eu que pedi demissão, mas eu gostava do trabalho, das pessoas... só não dava pra segurar o salário de estagiária, né? Fala sério! Não é por nada, mas eu já estou fazendo pós, e ganhar a mesma coisa que alguém que tá começando agora não me parece justo, né?)

Enfim, várias coisas acontecendo, e eu acho que eu quero uma ajudinha química sim. Li muito sobre a Sibutramina e vi que ela não causa dependência e tem poucos efeitos colaterais. Minha receita é para 60 dias. Já tomei 20. Vamos ver o que acontece nos proximos 40. Espero não me arrepender.

E eu sei que a forme que eu sinto á noite tem muito a ver com o não comer direito durante o dia. Eu como muito pouco nas refeições diurnas. Muito mesmo. E nem é porque eu quero... é porque eu não consigo. Vou ver se incluo umas fibras pra dar sensação de saciedade.

Na segunda, vou turbinar minha RA com os tals dos sucos aceleradores e com chá verde.
Estou sem tmepo e disposição para começar uma atividade física. Detalhe: eu paguei dois anos. Isso mesmo, DOIS anos de academia e fui um mês. Tá lá. Pago. Perguntem se eu tenho coragem de aparecer lá? Não.

Foi a coisa mais estúpida que fiz. Sem contar que a academia é super legal ... tem aula de tudo. Perto de casa... mas só de pensar em entrar lá, me dá calafrios. Aliás, preciso ir resolver essa situação. No contrato diz que não se devolve o dinheiro, mas eu estou bolando alguma coisa pra eles devolverem.

Quando penso nisso me dá vontade de me matar. Sério mesmo.

Mas vamos que vamos, como diz minha amiga Fer. Rsrs

Bjoca e Bom final de semana a todas!

Os: Antes de jacar, lembrem-se sempre do mantra: “Um minuto na sua boca, um ano na sua bunda” kkk

9 comentários:

Valérie Roberto disse...

Oi Rita!!!

Obrigada pelo carinho! Vou tentar te responder sobre o que aconteceu comigo e a Sibutramina.

Eu tomava sibutramina manipulada de 15mg em 2005. Tomei de abril a novembro e emagreci 19 quilos. Neste período eu tinha uma felicidade que hoje vejo não ser minha. Era do remédio. Não me reeduquei na alimentação, comia muito no fim de semana (mesmo tomando sibutramina). Emagreci,mas bati em 90,2 e voltei a engordar. Em janeiro, meu remédio acabou, minha médica estava viajando e eu decidi parar de tomar. No carnaval fui para praia e comecei a me sentir cada dia mais triste.
Voltei rezando dentro do carro com medo de um acidente. E fui ficando cada dia mais desanimada.

Talvez depressão profunda deva ser exagero da minha parte. Eu sei que não tinha mais vontade de nada, nem de emagrecer, nem de sair de casa, nem de nada.Só de comer e beber (adoro uma cerveja!) Senti que precisava de Deus. Sabia que era compulsiva e precisava curar isso em mim

Foi então que comecei a ouvir o programa do Pe. Marcelo (nem era católica na época) e entrei no site dele, onde encontrei uma oração para a cura dos hábitos compulsivos. O que me chamou a atenção foi a frase: "Tudo me é permitido,mas nem tudo me convém. Tudo me é permitido,mas não me deixarei dominar por coisa alguma" 1COR10,23.

Não to querendo te evangelizar não viu? É que para mim esta frase é a chave. Eu posso tudo, mas nem tudo é para mim. Eu posso comer de tudo, mas nem toda comida me fará bem. Eu posso comer de tudo, mas acomida não pode me dominar.

Bom, mesmo crendo nisso, ainda continuei engordando, mas aquela coisa ruim, a depressão passou.

Voltei a pesar 110 quilos. Fui procurar ac cirurgia bariátrica e a endócrino me deu sibutramina enquanto corria os exames. Tomei 2 dias e passei mal. Decidi não tomar mais mesmo. Se era paraemagrecer, que fosse curando minha compulsão.

E daí estou aqui: voltei a praticar Meta Real (www.metareal.com.br) matando um leão por dia.

Desculpe o tamanho do comentário, mas espero ter te ajudado. Ninguém pode te dizer que é fácil,mas não é impossível.

O que eu puder te ajudar estou a disposição

Um grande beijo!

Valérie Roberto disse...

Vou escrever mais um pouquinho...

Tua vida tá de cabeça para baixo, eu imagino como vc deve estar. Mas respire fundo, tente relaxar e se organizar.

As coisas não vão se resolver com a Sibutramina.As coisas tambpem não irão se resolver com a comida. Encarar os problemas de frente, sem escudos (remédios, comida ou alcool), mas com apoios (espiritual principalmente) é a saída. Não a mais fácil, mas a verdadeira.

Um beijão!!

Anônimo disse...

Pelo amor de Deus! Tira a bunda da cadeira e vai para a academia. Vence esses calafrios. Não fique chateada com o comentário, pode apagá-lo para não ficar aqui com os outros.
Mas é o cúmulo do absurdo. A academia já está paga. Você está se propondo a tomar a sibutramina. Porque não aliar aos exercícios? Ainda mais que você já pagou. Pense nisso. Deixe o corpo mole de lado.

Gordona Mesmo disse...

Oi, menina! Amei sua frase " O mundo pode até esquecer de mim, mas, eu não!" Uai, quase engasguei aqui e chorei! Putz, é isso mesmo!!!! Às vezes, dá uma solidão dananda, parece que o resto do mundo está contra nós e que não vamos conseguir, mas, com apoio, é bem melhor, né? Essa luta é nossa, nossa e de mais ninguém, não suma, não se esqueça do blog e nem de nós aqui, vamos com fé, bjo!!

Gordona Mesmo disse...

Olá!! Oie!! Olha, estou passando aqui de novo, porque agora, estava lendo seus posts anteriores e vi, literalmente, vi, que você tem muita coisa parecidíssima comigo. Primeiro, porque também peso 88,0kgs e, sengundo porque meço 1,73 e também minha gordura vai para as coxas e a bunda!!! E , nossa, como é bom encontrar alguém que pareça conosco, e vive os mesmos dramas, mesmo que nessas circunstâncias!! Eu também não termino muita coisa do que começo, mas, tô disposta a ir em frente, rigorosamente, com o blog, porque acredito que apoio ajuda e muito!!!! O que você acha? Ruim, talvez, com o blog, mas, pior ainda sem ele!!! O que acha? Vamos em frente, nessa? Vamos dar certo dessa vez? Tô disposta mesmo, bjos!

Rumo aos 60!!! disse...

Oi, Rita!
Nossa, guria, gostei tanto de tua visitinha, tu não tem noção de como vc me deixou feliz! Gostei muito mesmo. Só por curiosidade, como tu achou meu blog?
Bom, vou responder ao teu coment: eu nao escrevi no blog, mas a "FOME" geralmente aparece à tarde e principalmente à noite. Nesses quase 15 anos de efeito sanfona, eu ja tomei anfetaminas, vários faixa preta anorexígenos e tambem tomei sibutramina. Realmente, de todos eles, a sibutramina foi a q me causou menos efeitos colaterais, mas tambem sentia a tal da "FOME" mesmo tomando-a. E tambem, agora eu estou amamentando meu primeiro filho, por isso nem cogito a ideia de tomar nenhum remedio. Mas só por isso mesmo, pq se nao fosse pelo fato de estar amamentando ja teria tomado a muito tempo.
Eu tava lendo teus posts, cara, q historia!!!! Temos em comum a compulsao e a paixao pelas letras, cursei o 1° semestre de Letras LP em 2003, passei p 2° e tranquei. Mas meu maior sonho é voltar, um dia eu volto!
Sabe, querida, vc é uma guerreira! Vc lutou por tudo q quis e conseguiu, vc venceu a propria morte em vida, tenho certeza de q tirara de letra esses ultimos incidentes, se é q posso assim chamar as coisas ruins q estao acontecendo em sua vida. Já passei por muitas, em varios momentos e aspectos da vida, e só posso te dizer uma coisa: passa! Tudo passa! Parece q nao vai passar nunca, mas passa!!!
Quero q saiba q estou a tua disposição pro q precisar, Meu e-mail é: tinaterencio@hotmail.com
se quiser bater um papinho, to por aki.
Tudo de melhor p vc! E como vc mesma diz: somos capázes e vamos chegar lá! Força amiga!

Cris Galvão disse...

Oi Rita,

Quando o endócrino me receitou a sibutramina, relutei muito em tomar. Aí, comecei a tomar e, mesmo obtendo resultados, parei de tomar. Fiquei deprimida, mas não por causa do remédio e sim pq eu tinha desistido de tudo.

Voltei ao endócrino e hoje estou tomando a fluoxetina, um anti-depressivo que age contra a compulsão alimentar. Estou me sentindo muito bem, menos ansiosa, menos angustiada e a tal "fome emocional", aquela que geralmente ataca á noite, tá sumindo.

Na terça vou começar a tomar a sibutramina (o endócrino orientou que eu tomasse 1º a fluoxetina por 1 semana e depois comessasse com a sibutramina). Decidi que dessa vez vou tomar sim e sem medo. sei que nenhum remédio vai fazer milagres, mas sei que podem nos ajudar muito. Quando estivermos fortes e seguras o bastante para seguir em frente sem os medicamentos, é só deixar de usá-los (com orientação médica, é claro). Sei que tem muita gente que consegue emagrecer sem ajuda de medicamentos; que bom, parabéns pra elas! Mas, tem gente, assim como eu, que precisam SIM de todo tipo de "ajuda", inclusive de medicamentos. Demorei muito tempo para admitir isso, mas hoje admito, sem culpa.
Por isso, se seu médico te receitou a sibutramina e se esse medicamento está te ajudando, pq parar? Apenas converse com ele sobre o "piriri", com certeza ele vai te ajudar em relação a isso.

Bjs querida e força!

Pri - de Lacinho disse...

Oi amiga
que bom que vc está melhor, ufa!
Tem que reagir mesmo, ter novos planos, ir seguindo a vida, descobrindo novas coisas que te fazem feliz!
Sobre a academia, ai que dó mesmo hein, ter pago tanto... mas tenta conversar com eles, diz qeu vai mudar de cidade, haahhaah
Boa sorte e força amiga,
bjosss

Valérie Roberto disse...

Oi Minha linda! Espero que tudo esteja melhorando. Que bom que vc gostou do que eu escrevi. Tô meia vazia hoje, rsrsr, mas amanha estarei melhor e volto.

beijão