quinta-feira, 18 de junho de 2009

Tomar ou não tomar?

Bem, vamos atualizar isso aqui:

1) eu fui ao aniversário do meu amigo e me comportei direitinho. Nem comi os dois pedaços de pizza. Tomei apenas um chopp (ops!) e um chá verde.

2) Daí, ontem, eu meio que jaquei. Comi dois pedaços de pizza (hahaha, apenas adiei o acontecimento!) e um chocolate sufflair. Mas desde que eu comecei esse blog, nunca mais eu tinha comido chocolate. O foda é que eu não precisava ter comido o chocolate... o que aconteceu foi o pensamento sinistro “já que eu comi a pizza, vou comer o chocolate tb....” Merda!
Mas tudo bem! Hoje eu já comecei bonitinho novamente e guardarei as escapadinhas para o final de semana.

3) Agora assunto mais importante desse post: continuar tomando ou não a SIBUTRAMINA.

Eu comecei a tomar no primeiro dia que fiz este blog. Fui ao endócrino, fiz todos os exames e comecei com o comprimidinho. Não alterou meu humor, meu sono... nada. Somente tirou minha compulsão alimentar noturna. Tava achando bom, no começo. Só que agora surgiram dois problemas: 1) Eu li no blog QUALQUER PESO que depois de parar de tomar a sibutramina, a Valerie ficou com depressão profunda. Nossa! Só de ouvir essas duas palavrinhas (depressão e profunda) me arrepia os pelos da perna, pra não dizer outra coisa...hehehe (pra quem não sabe, dá uma olhada nos posts antigos... tive depressão e quase morri. Foda.)

2) Na segunda semana que comecei a tomar a Sibutramina, começou a diarréia. É tiro certeiro. É só eu tomar, que começa o caganê! Desse jeito, não tem cristo que não emagreça... mas e daí? A gordura continua aqui na minha bunda. O que tá indo são apenas líquidos e minerais. Mas eu confesso que ontem (que eu não tomei a bendita) já tive uma fome descomunal à noite, tanto é que comi as pizzas e o chocolate. Não sei o que fazer. Eu me dei super bem com o remédio, tirando a caganeira. Mas não quero correr nenhum risco de ter depressão novamente. Mas também não quero voltar a ter crises de compulsão alimentar... ai ai ai, que dúvida! Me ajudem!

Um comentário:

Fer disse...

poxa, que dilema.
Ó, particularmente, eu não sou muito fã de remédios. Eu acredito que é possível emagrecer sem eles, mas cada um sabe de si.

Agora é o seguinte. Essa chance da depressão existe, acho que com qualquer remédio "forte" como é a sibutramina. A questão é, um dia vc vai ter que parar de tomar, não? Você não vai viver de sibutramina para sempre, então, esse momento vai ter que chegar. Eu sou da teoria de não adiar as coisas, sabe?

E outra, conversa com seu médico. Cada organismo reage de uma maneira diferente, então, é capaz de que se você parar de tomar, nem sinta nada.
=)

beijO!